Faça o teste: como está a saúde do seu assoalho pélvico?

Assoalho Pélvico - Fortalecimento do Assoalho Pélvico

O assoalho pélvico possui músculos muito importantes para a sustentação da bexiga, do útero e do intestino. Quando esses músculos estão enfraquecidos, a mulher pode apresentar quadros de incontinência urinária, incontinência fecal ou flacidez da vagina, termo conhecido também como frouxidão vaginal. Há vários fatores que afetam a saúde do assoalho pélvico, e seus sintomas podem estar presentes em uma em cada quatro mulheres.

Quer descobrir quais são esses fatores e avaliar a saúde do seu assoalho pélvico? Leia o nosso post e faça os nossos testes!

Fatores de risco

Há diversos fatores que aumentam a chance de você apresentar enfraquecimento do assoalho pélvico.  A gestação e o parto contribuem para a diminuição da força muscular desta região, pois sobrecarregam as fibras musculares do assoalho pélvico. No período da menopausa, a diminuição do hormônio feminino chamado de estrógeno, também contribui para que estes músculos fiquem mais fracos. Além disso, obesidade, fumo, constipação intestinal crônica e práticas esportivas de alto impacto, como saltos ou corridas, também estão relacionados às alterações no assoalho pélvico.

Para saber se você apresenta algum fator de risco para o enfraquecimento do assoalho pélvico, é só responder a essas perguntas:

  • Você está ou já esteve grávida?
  • Você já deu à luz por parto vaginal?
  • Você já praticou ou pratica esportes de alto impacto?
  • Você fuma ou já fumou?
  • Você está acima do peso?
  • Você tem um intestino preguiçoso?
  • Você já passou pela menopausa?

Se você respondeu “sim” a mais de uma pergunta, existe uma boa chance de você ter ou vir a ter um assoalho pélvico enfraquecido.

Sinais e sintomas

Um assoalho pélvico saudável tem bom tônus muscular (firmeza) e elasticidade. Quando o assoalho pélvico está enfraquecido, não consegue mais sustentar os órgãos pélvicos e gera uma série de sinais e sintomas. A uretra não apresenta resistência suficiente para manter a urina na bexiga, resultando em pequenos escapes de urina – conhecido como incontinência urinária – em momentos de esforço como subir as escadas, pular, rir, espirrar ou tossir. O intestino também pode perder sustentação, criando a possibilidade de emissão de gases ou evacuações indesejadas. Já a flacidez vaginal pode facilitar a ocorrência de prolapso da bexiga ou do útero, que são conhecidos popularmente como bexiga e útero baixos, além de interferir na vida sexual da mulher.

Quer descobrir se você já apresenta sintomas de um assoalho pélvico enfraquecido? É só responder essas perguntas:

  • Você já apresentou algum episódio de escape de urina?
  • Você já teve perda de urina em momentos de esforço, como enquanto ria, tossia ou carregava peso?
  • Você tem dificuldades em reter os gases intestinais?
  • Você tem sensação de peso na vagina?

Se você respondeu sim a alguma dessas perguntas, pode ser que você já tenha o assoalho pélvico enfraquecido. Esse problema é muito mais comum do que se imagina entre as mulheres, e, se esse for o seu caso, procure seu médico para iniciar o tratamento.

 

Nós já postamos aqui no blog algumas dicas para fortalecer os músculos do assoalho pélvico, não deixe de conferir. E para te ajudar a lidar com os sintomas da incontinência urinária, conheça diferentes opções de produtos absorventes no nosso site!

Comentários